Categoria: Uncategorized

The SRB Bridal prep playlist is here!

Uncategorized

The SRB Bridal prep playlist is here!

Imagine this: You are getting ready for your wedding day, all your best friends are with you, and you pull your smart phone or computer out of the bag, open this SRB post, press play, and the mood is set for the rest of the morning!

Sounds good? Well, it’s not a dream! Our (always a work-in-progress) bridal prep playlist is here! *(Note that you have to have a Spotify account to be able to listen to what’s bellow)
[spotify id=”spotify%3Auser%3A11144970964%3Aplaylist%3A5RZXL2Hz6AzVNVey5Etatv” width=”300″ height=”380″ /]

(If you find any trouble viewing the playlist above, click here!)

We’ve prepared this selection of songs on Spotify with the help of this years Sweet Rebel Brides and fans, which makes it even more special, and the good thing about it is that if this is your type of music, it can also be the soundtrack to when you are working, driving or planning your wedding.

Oh, and if you have more suggestions that can make it even better please write them down on our comments section and we’ll add them!

We hope you love it! Have a wonderful week and an amazing prep time!

Featured Image: Laura Babb from Babb Photo

Assinatura_AL

***

Imagina isto: Estás a começar a preparar-te para o teu casamento, as tuas melhores amigas estão contigo, tu puxas to teu telefone ou computador, abres a SRB neste post com a playlist, carregas no play e o ambiente para o resto da manhã está criado!

Soa bem? É que não é um sonho, é realidade mesmo! A nossa playlist (que será sempre um trabalho em construção) para o momento da preparação está aqui! *(Atenção que tens de ter conta no Spotify para conseguires ouvir o que está abaixo.)

(Se tiverem algum problema a visualizar a playlist acima, cliquem aqui!)

Preparámos tudo com muito carinho, com a ajuda de noivas deste ano e fãs da nossa plataforma, o que torna esta playlist ainda mais especial. A melhor parte, é que se gostas deste tipo de música, pode muito bem ser a tua banda sonora de trabalho, para as tuas viagens de carro ou para quando estás a trabalhar no planeamento do teu casamento!

Ah! E se tiveres sugestões para a tornar ainda melhor, por favor escreve-nos as tuas músicas preferidas nos comentários e nós adicionamos.

Esperamos que gostes, que comeces a semana com o pé direito e que tenhas uma preparação maravilhosa!

This is rebel: Help your groom know which is the ring finger

Uncategorized

This is rebel: Help your groom know which is the ring finger

The wedding ceremony can be nerve wrecking, and most of the times there is that moment where the groom tries to figure out the right hand and finger for the wedding band… but what if you give your husband-to-be a touch of color and let him know which is the right finger by painting the correspondent nail with a different nail polish?

He will certainly thank you!

Featured Image from Paint your ring fingernail for your “something blue” by Crimson and Clover Photography

Assinatura_AL

***

A cerimónia pode causar algum nervosismo, e muitas vezes vemos os noivos atarantados no momento da troca das alianças, meio perdidos com qual será a mão e o dedo certo… mas e se tu ajudares com um bocadinho de cor, e pintares a unha do dedo correcto com outro verniz?

Ele vai agradecer!

And this weeks favourites are…

Uncategorized

And this weeks favourites are…

We mean it… “You don’t have to try so hard, You don’t have to give it all away, You just have to get up, get up, get up, get up and you don’t have to change a single thing” 😉

These are our favs this week:

recap 7 agosto

1 | 2 | 3 | 4 | 5

Assinaturas_MP

***

Tive esta música na minha cabeça durante toda a semana, graças à minha querida amiga Petra. Como noiva rebelde que és, não tens que que te preocupar demasiado, basta seres tu própria e acontecerão coisas fantásticas!

A sério, acredita em nós… “You don’t have to try so hard, You don’t have to give it all away, You just have to get up, get up, get up, get up and you don’t have to change a single thing” 😉

Estes são os nossos posts favoritos desta semana!

Rebel Crush of the Week: Between Earth and Moon by Hugo Coelho Fotografia

Uncategorized

Rebel Crush of the Week: Between Earth and Moon by Hugo Coelho Fotografia

Because the things our vendors do are what makes us believe in Sweet Rebel Bride.

See this entire Love Session by Hugo Coelho Fotografia here.

You are very welcome. Have a wonderful weekend!

rock-star-tattoo-love-session-hugo-coelho-portugal-wedding-photographer-22-1050x700

Featured and second Image: Hugo Coelho Fotografia

Assinatura_AL

***

Porque as coisas que os nossos fornecedores fazem são o que nos leva a acreditar na Sweet Rebel Bride a cada dia que passa.

Vejam esta sessão na íntegra na página do nosso querido Hugo Coelho Fotografia aqui.

Não têm que agradecer. Bom fim-de-semana!

One size does not fit all

Uncategorized

One size does not fit all

Once, when I was 10, I was stopped from entering a public swimming pool exclusive for children under 12. “I am sorry, but this is a pool for kids under 12 and you must be what? 13 or 14?”, they asked. This experience was hard to forget. I was a child in a teenager’s body.

As a teenager, I hated my body and it was difficult to accept myself just the way I was. My confidence was very fragile. I did not like my hips, my legs, my belly…and I always felt like I was bigger than all other girls. I was “the big girl”. The worst part of the week was sports class. Wearing a training suit was a real nigthmare, because it was hard to hide my body curves. I remember a boy in school telling me how my hips and knees were larger compared to other girls. I felt sad and embarrassed. Several years later I found out his comment was not a criticism, but a compliment, he had a secret crush on me. At that time I didn’t understand that, so I lived my adolescence with lots of issues and comparing myself constantly with skinny girls. I really wanted to be like them.

I know I’m not the only one. We all went through hard times, dealing with youth prejudice issues, most of it possibly extended into adulthood. It’s something we have to live with. I have a friend who thinks she is too skinny (in high school she was “Olivia”, Popey’s girlfriend); a friend who hates her teeth because kids laughed at her for her “horse teeth”, as they used to call them; another who hates her skin (she was called “Ferrero Rocher”, like the candy, for its white bits/zits) and another one who thinks her breasts are to small… Yup, nobody’s perfect.

In my case, I always felt bad about my curvy shapes. And when the time of choosing my wedding dress came, all my ghosts from the past returned. The swimming pool ghost, the sports class ghost, the boy criticizing my hips and knees ghost. And then I created two rules:

Rule 1: my dress needs to hide my curves

Rule 2: I have to do a very strict diet and lose weight before the big day.

When I look back, I regret these two self imposed rules. Your wedding dress does not have to hide who you are or how you are. Rather, you should praise your unique features, your unique beauty. And honestly, a strict diet with the only purpose of looking good on your wedding day is not the healthiest way to achieve it.

Accepting who we are and how we are is quite hard. We live our lives searching for an ideal in our minds imposed by others. But the truth is that we are not all the same and the mentality of “one-size-fits-all” is ridiculous. At Sweet Rebel Bride we stand for authenticity and we are not afraid to be ourselves. That is why today I decided to reshape my two rules:

Rule 1: Choose a dress that makes me feel comfortable in my own skin and stands out my unique beauty, because every woman with curves or no curves at all, when feeling confident is sexy and really shines.

Rule 2: Go through a sustainable and balanced change in my eating habits and lifestyle

We are facing changes in the fashion industry. This is the generation of diversity and some female models, out of the old beauty paradigms, begin to attract public attention not only for their beauty but mainly for their confidence and self-acceptance. That’s why they are sexy. That is why they are rebels. I am talking about women such as Ashley GrahamVictoria Lee, Georgina Burke, Denise BidotMarquita Pring

Recently I watched a viral TEDTalk, with Ashley Graham. She is an internationally recognized model, an entrepreneur and “body activist”. During her speak she describes her fashion career and how she decided to break with the feminine beauty paradigms. Ashley says the “plus-size” term is outdated. She prefers to say “sexalicious curvy ” and rejects “plus size” or “big girl” labels imposed by society that limit and force us to seek an ideal of perfection that does not exist. Her mission in life, as she says, is helping redefine the whole concept of beauty.

She looks into the mirror and says:

“ You are part of me. I will chose to love you. I, like so many young women, have struggled to love who I am…I felt free once I realized I was never going to fit the narrow mold that society wanted me to fit in. I was never going to be perfect enough for an industry that defines perfection from the outside in. Rolls, curves, cellulite, all of it. I love every part of me. We need to work together to redefine the global vision of beauty, and it starts with becoming your own role model…True beauty comes from within… I Believe beauty is beyond size… Be you. Be real. Be Authentic. Be your favourite kind of woman…

Also recently, ELLE wrote about “6 Bridal Brands That Are Changing the Plus-Size Wedding Dress Game”. Elloquii for Stone Fox Bride, David’s BridalWtooMori LeeASOS Curve Bridal e Alfred Angelo.

(Visit our Pinterest board – Rebel sexy curvy brides for more inspiration)

And stay tuned. Don’t miss Petra’s post coming soon. Our Rebel Fashion Guru will talk to all sexy curvy brides out there. There is no better person to combine elegance and comfort, casual with sexy. I swear it! Petra is able to easily turn a bag of potatoes into a stopping traffic outfit!

Credits: Featured image and photo 1 – Wtoo curve plus bridal collection; photo 2 – Elloquii for Stone Fox Bride Valentina collection; photo 3 – ASOS curve bridal collection

Assinaturas_MP

***

Quando tinha 10 anos, barraram a minha entrada numa piscina pública, exclusiva para crianças até aos 12 anos. Diziam que era impossível ter menos de 12 anos. Esse episódio marcou-me imenso porque eu era um criança num corpo de adolescente.

Quando era adolescente, não gostava do meu corpo e não me aceitava como era. A minha confiança era muito frágil. Não gostava das minhas ancas, não gostava das minhas pernas, não gostava da minha barriga e achava-me sempre maior que as outras raparigas. Por isso, o pior momento da semana eram as aulas de educação física. Vestir um simples fato de treino era uma verdadeira angústia, porque não conseguia esconder as minhas formas. Lembro-me de um rapaz da escola me dizer que as minhas ancas e joelhos eram muito largos comparadas com as restantes raparigas. Senti-me triste, envergonhada. Anos mais tarde soube que o comentário dele não era negativo, mas sim um elogio, e que ele tinha uma paixoneta secreta por mim. Naquela altura não o entendi assim e por isso vivi a minha adolescência cheia de complexos. Comparava-me constantemente com as raparigas magras. Desejei muitas vezes ser como elas.

Sei que não sou um caso isolado. Todas nós passámos por coisas destas, vivemos complexos na juventude que muitas vezes se prolongam para a idade adulta. Já fazem parte das nossas vidas e vivemos com isso. Tenho uma amiga que se acha muito magra (na escola era a “Olivia Palito”), outra que não gosta dos seus dentes (diziam que tinha “dentes de cavalo”), outra odeia a sua pele (era a “Ferrero Rocher”) e outra que odeia o seu peito por ser tão pequeno…

No meu caso, sempre me senti mal com as minhas formas redondas. No momento de escolher o meu vestido de noiva, todos os fantasmas do passado voltaram. O fantasma da piscina, o fantasma das aulas de ginástica, o fantasma da “crítica” daquele colega às minhas ancas e joelhos. E por isso criei duas regras:

Regra 1: o vestido que escolhesse tinha que esconder as minhas formas;

Regra 2: tinha que fazer uma dieta rigorosa e perder peso até ao dia do casamento. 

Quando olho para trás, arrependo-me das duas regras que eu própria criei. O teu vestido de noiva não tem que esconder quem tu és nem como és. Pelo contrário, deve enaltecer as tuas características únicas, a tua beleza. E sinceramente, fazer uma dieta com o propósito exclusivo de parecer bem nesse dia, também não é o caminho mais saudável. 

Aceitar quem somos e como somos não é fácil. Por isso vivemos em busca de um ideal. Mas a verdade é que não somos todos iguais e a mentalidade de “one-size-fits-all” não faz sentido. Na Sweet Rebel Bride damos muito valor à autenticidade, a não ter medo de sermos nós próprias. Assim, hoje escolho duas novas regras:

Regra 1: escolher um vestido que me faça sentir confortável na minha pele e que enalteça a minha beleza, porque qualquer mulher, com curvas ou sem curvas, se se sentir confiante, é sexy e irradia felicidade;

Regra 2: fazer uma mudança sustentável e equilibrada nos meus hábitos alimentares e sobretudo no meu estilo de vida, não para o casamento, mas para mim no dia-a-dia.

Há também uma tendência de mudança na indústria da moda. Esta é a geração da diversidade e algumas modelos femininas, fora dos paradigmas antigos de beleza, começam a dar nas vistas não só pela sua beleza mas sobretudo pela confiança com que se aceitam e gostam de si próprias tal como são. Isso é sexy. Isso é rebel. Alguns exemplos são a Ashley Graham, a Victoria Lee, a Georgina Burke, a Denise Bidot, a Marquita Pring

Assisti recentemente a um TEDTalk que se tornou viral, da modelo Ashley Graham. Ela é uma modelo internacionalmente reconhecida, empreendedora e “body activist”. Neste vídeo descreve o seu percurso na moda e a forma como decidiu quebrar com os paradigmas da beleza feminina. A Ashley, prefere dizer “curvy sexylicious” e rejeita o “plus size” ou o “big girl” ,que são rótulos impostos pela sociedade que nos limitam e nos obrigam a buscar um ideal de perfeição que não existe. Por isso ela escolheu uma missão para a sua vida – ajudar a redefinir o conceito global de beleza.

Ela olha-se ao espelho e diz: “ Tu és parte de mim. Eu escolho gostar de mim. Eu, como tantas outras mulheres, sofri para aprender a gostar de mim… senti-me livre quando percebi que nunca iria fazer parte da norma e do que a sociedade ditava e onde queria que me encaixasse. Eu nunca seria perfeita o suficiente para uma indústria que define a perfeição de fora para dentro. Barriguinha, curvas, celulite, tudo isso. Eu amo cada parte de mim. Precisamos de trabalhar juntas para redefinir a visão global da beleza, e isso começa com passarmos a ser os nossos próprios modelos/exemplos… A verdadeira beleza vem de dentro… E eu acredito que a beleza não tem tamanho… Sejam vocês mesmas. Sejam reais. Sejam autênticas. Sejam o vosso tipo preferido de mulher…” 

Recentemente, a ELLE apresentou “6 Marcas de Casamentos que estão a mudar o mundo do Plus-size”. São elas a Elloquii for Stone Fox BrideDavid’s BridalWtooMori LeeASOS Curve Bridal e Alfred Angelo.

Para mais inspiração, espreitem o nosso board do Pinterest, Rebel sexy curvy brides

E na próxima semana não percam o post da Petra, a nossa Rebel Fashion Guru, totalmente dedicado às sexy curvy brides que nos acompanham. Não conheço pessoa melhor para combinar elegância com conforto, casual com sexy. Juro! A Petra é capaz de pegar num saco de batatas e transformá-lo num outfit de fazer parar o trânsito!  

A DIY wedding like no other

Real Wedding Uncategorized

A DIY wedding like no other

One day, and because I was so happy with the course that my small business was taking, I decided to launch a giveaway where I would offer my services as a photographer for a wedding day to a couple who had to be crazy and rebel enough as I felt I was. After loads of votes and high competition on Facebook, Mariana and Augusto won.
I had never met them, and it was really crazy that we only got to meet each other on the day of the wedding. Normally, I set up a meeting, visit the spot… but life took us on this direction this time, and truth be told, I didn’t have a clue on what I was about to see.
The result, was that a wave of love invaded me from the beginning to the end. Mariana and Augusto’s wedding can’t be explained by words. It was rebel from beginning to end, and I still recall every moment of it now and then… I have to show it to you, little by little through this post, so that you can understand the emotions I felt. It was the true reflection of them as a couple and who they are with their special group of friends. Adventurers, unique, happy, problem solvers.
To both of them, I have to say thank you, for teaching me such valuable lessons, and specially, that friends are the most wonderful thing we have in this life. Their wedding truly inspired me to do ours.

Mi e Gusto parte I-85Mi e Gusto parte I-74 Mi e Gusto parte I-75Mi e Gusto parte I-84Mi e Gusto parte I-108Mi e Gusto parte I-109 Mi e Gusto parte I-6 Mi e Gusto parte I-13 Mi e Gusto parte I-18 Mi e Gusto parte I-22 The day started with rain, fog and cold. My first thought was “how is this going to happen?”.
The couple and their friends had gone to this farm two days before, to start all DIY projects they had in mind. They are scouts and used to big beautiful messes, and now they had a bunch of work done that couldn’t go outside. I really felt for Mariana, the bride, who had her breakfast in silence and kept looking outside. But in a few minutes, they all got together and developed a plan. This wedding was going to happen no matter what, and it was going to be freaking amazing. I confess that by the time i arrived and saw them talking, I thought it would be impossible to have it all done in three hours, but they showed me that miracles really can happen if you put your mind and soul into them.
Little by little, teams gathered and started moving, cooking, baking, collecting flowers, arranging tables and new rooms in the farm. I was enchanted with so much happiness and love that not even the rain could tear apart.

Mi e Gusto parte I-88Mi e Gusto parte I-90Mi e Gusto parte I-96Mi e Gusto parte I-116Mi e Gusto parte I-121Mi e Gusto parte I-131

The bride and groom (and most of the friends) are Adventists of the 7th day, which meant no alcohol, so they had grape juice bottled like wine, and the groom who is a designer made the labels for the bottles.Mi e Gusto parte I-68Mi e Gusto parte I-343Mi e Gusto parte I-347Mi e Gusto parte I-148Mi e Gusto parte I-194Mi e Gusto parte I-160Mi e Gusto parte I-140Mi e Gusto parte I-146Mi e Gusto parte I-299Mi e Gusto parte I-301Mi e Gusto parte I-183Mi e Gusto parte I-180Mi e Gusto parte I-182Mi e Gusto parte I-173Mi e Gusto parte I-115Mi e Gusto parte II-388 Mi e Gusto parte I-189 Mi e Gusto parte I-202 Mi e Gusto parte II-70 Mi e Gusto parte II-72

I’ve blogged about this wedding favour for the guests here! What an inspiring gift!

Mi e Gusto parte I-37 Mi e Gusto parte I-39 Mi e Gusto parte I-45 Mi e Gusto parte I-51 Mi e Gusto parte I-54 Mi e Gusto parte I-66

Mariana had a star sewed to her dress that came from her grandfather’s handkerchief. A beautiful way to remember those who unfortunately can’t make it to such a beautiful day. Mi e Gusto parte I-206 Mi e Gusto parte I-216 Mi e Gusto parte I-220 Mi e Gusto parte I-231 Mi e Gusto parte I-236 Mi e Gusto parte I-243 Mi e Gusto parte I-249 Mi e Gusto parte I-254 Mi e Gusto parte I-276 Mi e Gusto parte I-285 Mi e Gusto parte I-291 Mi e Gusto parte I-355 Mi e Gusto parte I-357 Mi e Gusto parte I-369 Mi e Gusto parte I-370 Mi e Gusto parte I-371 Mi e Gusto parte I-378 Mi e Gusto parte I-382 Mi e Gusto parte I-396

I will never ever forget her yellow shoes! She had yellow high heels for the day, but she really didn’t want to wear them since they weren’t her style, but the mother insisted. In the end, with the mess inside all the bedrooms, they got lost! People searched and searched for them, but all they could find was these yellow converse-kinda-shoes. Her face was blooming with such happiness and satisfaction. She wore what she loved and how she felt most comfy. Sometimes the universe really gives you a hand… or shoes!Mi e Gusto parte I-398 Mi e Gusto parte I-399 Mi e Gusto parte I-409 Mi e Gusto parte II-3 Mi e Gusto parte II-10 Mi e Gusto parte II-22 Mi e Gusto parte II-26 Mi e Gusto parte II-66 Mi e Gusto parte II-77 Mi e Gusto parte II-78

Their friends played all the songs and this was the first time I cried while photographing a wedding… The atmosphere, the pride, the love. Everybody was so honestly happy for this wedding to happen, and since they helped so much, there were truly no words. Everyone felt like they belonged there. And nothing pays that feeling.Mi e Gusto parte II-80 Mi e Gusto parte II-81

Another idea I loved was how Mariana did her bouquet. She asked her most important friends to hold flowers in their hands so that she could collect them while walking to the aisle with her father. Everyone did their small bouquet, and in the end she had a piece of their creativity and love in her hands.Mi e Gusto parte II-83 Mi e Gusto parte II-87 Mi e Gusto parte II-96 Mi e Gusto parte II-101 Mi e Gusto parte II-104 Mi e Gusto parte II-119 Mi e Gusto parte II-124 Mi e Gusto parte II-129 Mi e Gusto parte II-130 Mi e Gusto parte II-136 Mi e Gusto parte II-150 Mi e Gusto parte II-169 Mi e Gusto parte II-174 Mi e Gusto parte II-195 Mi e Gusto parte II-202 Mi e Gusto parte II-204 Mi e Gusto parte II-208

I cry, you cry, we all cry. Because love when real and profound, causes these reactions.Mi e Gusto parte II-233 Mi e Gusto parte II-243 Mi e Gusto parte II-251 Mi e Gusto parte II-258 Mi e Gusto parte II-263 Mi e Gusto parte II-264 Mi e Gusto parte II-270 Mi e Gusto parte II-274 Mi e Gusto parte II-281

I also truly loved the bench idea. Instead of a book for the guests to sign, they had a wooden bench made for the ceremony, that after would be written on and marked with everyones fingerprints. Nowadays it is a bench that is an important part of their home furniture.Mi e Gusto parte II-282 Mi e Gusto parte II-284 Mi e Gusto parte II-287 Mi e Gusto parte II-289 Mi e Gusto parte II-291 Mi e Gusto parte II-294

Augusto proposed to Mariana by wrapping her finger with a flower stalk. Inspired by that moment, they had their wedding rings made with the same shape.Mi e Gusto parte II-300 Mi e Gusto parte II-317 Mi e Gusto parte II-322 Mi e Gusto parte II-325 Mi e Gusto parte II-331

While stamping their fingerprints on a piece of fabric, they tied them to balloons to release after the ceremony. At the same time, their friends painted one of their feet to stamp on a cork that said “from now on we are one”.Mi e Gusto parte II-351 Mi e Gusto parte II-356 Mi e Gusto parte II-363 Mi e Gusto parte III-19Mi e Gusto parte III-42 Mi e Gusto parte III-47 Mi e Gusto parte III-59 Mi e Gusto parte III-66 Mi e Gusto parte III-70 Mi e Gusto parte III-76 Mi e Gusto parte III-80 Mi e Gusto parte III-83 Mi e Gusto parte III-88 Mi e Gusto parte III-91 Mi e Gusto parte III-93 Mi e Gusto parte III-95 Mi e Gusto parte III-104 Mi e Gusto parte III-119 Mi e Gusto parte III-121 Mi e Gusto parte III-124 Mi e Gusto parte III-126 Mi e Gusto parte III-133 Mi e Gusto parte III-135 Mi e Gusto parte III-140

It was and still is one of my favourite weddings ever. This is truly the reason why I am a wedding photographer.

Photos: Luisa Starling

Assinatura_AL

***

Um dia, e porque o meu pequeno negócio estava a correr bem, lancei um passatempo louco no Doce para o meu Doce e na Starling. Eu queria oferecer as fotografias de casamento a um casal que entrasse comigo nesta loucura e que fosse muito rebel à sua maneira. Depois de muitos votos, e de uma competição muito renhida, A Mariana e o Augusto venceram.
Eu não os conhecia, nunca os tinha visto na vida. Foi de facto uma loucura porque só nos conhecemos pessoalmente no dia do casamento, algo que nunca faço. Há sempre uma reunião, conhecer o espaço… neste caso, a vida levou-nos por este caminho, e eu não sabia sequer ao que ia!
O resultado, foi que uma onda de ternura me preencheu do princípio ao fim. O casamento da Mariana e do Augusto foi algo de único e de inexplicável… Tenho de vos mostrar um bocadinho de cada momento, para perceberem o montão de emoções que me inundaram neste dia. Foi o verdadeiro reflexo deste casal e do que eles são juntos e entre os seus amigos. Aventureiros, únicos, felizes e grandes problem solvers.
Aos dois, obrigada por me mostrarem mensagens tão bonitas, e especialmente, que os nossos amigos são a melhor coisa que temos. Este casamento inspirou o meu do princípio ao fim.

O dia amanheceu chuvoso, com nevoeiro e frio. O meu primeiro pensamento foi não acreditar que o dia estava assim… Quem é que quer casar com chuva, e com tudo preparado lá para fora? Ninguém merece.
Os noivos e os amigos tinham ido para a quinta dois dias antes para terem tudo preparado. Escuteiros, estão habituadíssimos ao campo e a camaratas cheias de confusão. Tinham milhares de elementos DIY por todo o lado, e agora não os podiam expor. A Mariana, a noiva, tomava o pequeno almoço em silêncio sentada nas escadas, e eu via-a a olhar lá para fora com uma cara triste… Mas em pouco tempo, observei-os a delinearem um plano para aquele casamento se resolver. Ao começarem, e com o estado do tempo, cheguei a pensar que seria impossível terem tudo a postos em três horas… mas os milagres acontecem mesmo se metermos a nossa vontade e fé neles.
Pouco a pouco, equipas começaram a juntar-se na cozinha, lá fora, a recolher flores. Eu estava encantada com a alegria que reinava e que nem a chuva poderia alguma vez deitar abaixo.

De entre alguns dos detalhes do casamento, relembro as lindas garrafas de vinho (com sumo de uva, porque os noivos e muitos dos convidados são Adventistas do Sétimo Dia), com rótulos feitos pelo noivo. Relembro as prendas para os convidados, que já vos mostrei uma vez noutro post, e a estrelinha cozida no vestido da Mariana, que pertencia a um antigo lenço do seu avô.

Um dos meus momentos preferidos aconteceu durante a preparação da Mariana. Ela tinha algures uns sapatos de salto alto amarelos para usar no dia (escusado será dizer que ela não se identificava minimamente com eles, mas tinha cedido em levar)… O mais engraçado, é que com a confusão na casa, e depois de muita gente os procurar, nunca mais os viram. Sorte que ela tinha uns ténis de backup (e que queria mesmo muito usar). Ela prometeu-me a pés juntos que não os tinha escondido. E assim, do nada, a vida dá-nos uma mão… ou neste caso, sapatos!

Durante a cerimónia foram muitas as canções feitas pelos amigos dos dois, e este foi o primeiro casamento em que eu chorei. Todos estavam verdadeiramente felizes com aquele dia e sentiam-no como deles, sentiam-se como parte integrante e especial. Não há nada que pague um ambiente assim tão mágico… para a entrada da noiva, ela pediu às suas pessoas mais especiais que tivessem pequenos bouquets nas mãos que ela apanharia a caminho do “altar”. No final, teria uma linda junção da criatividade e amor daquelas pessoas.

Outro pormenor delicioso foi o banco usado para a cerimónia e mandado construir para aquele dia. Em vez de um livro de honra, aquele foi o objecto em que todos assinaram e deixaram a impressão digital. Hoje é parte integrante da mobília da casa dos dois!

Na troca das alianças, pudemos ver os anéis feitos de propósito para o casal. O Augusto pediu a Mariana em casamento com um caule de uma flor enrolado no dedo dela e isso foi a inspiração para os anéis que os dois trocavam no dia. Por fim, outro dos meus momentos mais que preferidos foi a estampagem das impressões digitais dos dois num tecido, atado a balões para largarem no final da cerimónia. Ao mesmo tempo, os amigos pintaram um dos pés de cada um e carimbaram-nos num pedaço de cortiça que dizia “De agora em diante somos 1”. Enquanto passavam pelos convidados, eram atiradas ao ar estrelinhas em papel biodegradável.

Este foi e ainda é dos meus casamentos preferidos de sempre. É a razão pela qual sou uma fotógrafa de casamentos.

Rebel crush of the week: Storytailors we love thee!

Uncategorized

Rebel crush of the week: Storytailors we love thee!

It is as simple as that: their clothes make me travel in space and time. There are no boundaries to the imagination of these two fashion designers. And this dress would be a perfect fit to Portugal Day. Just look at the perfect red embroided hearts.

bridal054.jpg

Our Rebel Crush of the Week is this dress. But there is so much more that Storytailors have created, so drop them a visit at Rua do Ferragial in Lisbon or check their website and let yourself be inspired!

Image credits: Storytailors

Assinatura_JL

***

É tão simples como isto: as roupas deles fazem-me viajar no tempo e no espaço. Não há fronteiras para a imaginação desta dupla de designers de moda portugueses. E este vestido, que é apenas um pequeno exemplo da sua capacidade inventiva, parece feito à medida do Dia de Portugal que hoje celebramos, com corações vermelhos bordados. 

Este é o nosso Rebel Crush da Semana e não podia ser mais perfeito. Mas a arte dos Storytailors está longe de ficar por aqui, por isso visitem a loja deles em Lisboa, na Rua do Ferragial, ou visitem o seu site e deixem-se levar.