Autor: Ana Luisa

Why going on a honeymoon is so important to me now!

Wedding advices Wedding Inspiration

Why going on a honeymoon is so important to me now!

I am not a wedding expert but I write from the heart, and all my advice comes from my personal experiences, not because I believe I’m the queen of the wedding truth. I am not. I am just a girl who got married and is here to share her experiences, good and bad, so that maybe, just maybe, they might help someone on that side going though the same thing.

So today I’m talking about the fact that we didn’t go on a honeymoon right after our wedding, and of how now, looking back, I really regret it in many ways.

Planning our big day was exhausting. And as many girls out there, I was not just planning it and not doing anything else. I was still working and making my normal hectic life as a wedding photographer and small business owner. So when the time came, the wedding happened on a Saturday, on Sunday we cleaned the entire thing (DIY wedding), and on Monday I was already working, answering emails, editing. The next weekend I shot another wedding, and another on the next weekend, and so on until the end of October. After that, I edited everything and I never stopped to really have proper dates with Miguel. The end result? A burnout (because of all the needed rest), and post-wedding blues (because my “newlywed bubble” never actually happened).

The truth is, after the wedding we were also a bit broke, since DIY weddings can also go over budget, so we decided to postpone it. Big mistake.

Now that I come to think about it clearly, there were so many things I should/could have done differently:

  • I should have thought of it better, when we set the date, to leave the schedule empty for the next week. I just thought that since we couldn’t afford our dream honeymoon, I should just keep working (and I love my bride and groom from the next weekend with all my life, and I wouldn’t change it for anything, but you get the idea);
  • Even keeping the wedding from next weekend (which when scheduled would always happen, not just because I fall deeply in love with each of my couples, but because I am very serious about work), we should just have taken the week off until then, to soak in all the wonders of being newlyweds, even if that meant just staying at home for 5 days;
  • Not being able to afford the honeymoon of your dreams right after shouldn’t be the reason not to just do something simple like a small get away in a spa and save money for the big thing later on in the year or for the first anniversary;

Instead, I just blew up my “happy bubble” with normal-crazy-real-life-shock right after, and I really regret not having had that beautiful time with my hubby instead.

So my advice to you for after your wedding day is: JUST STOP. Enjoy the feeling of happiness you are going to have right after your party. You will really be flooded with love and happiness… a kind of love and happiness different from any other love and happiness you’ve ever experienced (believe me). So please make an effort to enjoy it and absorb all of that and transform it into a little beautiful love story of you two, even if it’s not the perfect dream honeymoon you had imagined. Do it small if you have to, but do it. Sleep until late, wake up to make love, eat, make love again, sleep. That’s what honeymoons were made for, the place is just a luxury that can be added in anytime in your life. But stopping to just enjoy your newly-hubby or wife right after you wedding is a one shot in a lifetime. Don’t let it slip away!

PS: We ended up going to Paris for 3 days, six months after and it was marvellous. We are now saving for a big trip for our 2nd anniversary that will hopefully be that dream we haven’t had the chance to live yet.

Featured Image of us: Dreamaker

Assinatura_AL

***

Eu não sou uma expert em casamentos mas escrevo do coração, e os meus conselhos aqui na rebel são simplesmente baseados nas minhas experiências pessoais, não porque me considero alguma espécie de rainha da sabedoria. Não o sou. Sou uma simples menina, que um dia casou e que hoje tem o objectivo de passar as suas experiências, boas e más, na esperança de que possam inspirar e ajudar alguém desse lado que esteja a passar pelo mesmo.

Hoje o tema tem a ver com o facto de que não fomos em Lua de Mel logo depois do nosso casamento, e do quão arrependida estou hoje disto… em tantas maneiras.

Planear o nosso grande dia foi exaustivo. E tal como acontece com muitas meninas como eu, não estive o tempo todo apenas dedicada ao planeamento sem fazer mais nada. Ao mesmo tempo continuei com o meu ritmo louco de vida enquanto fotógrafa de casamentos. Quando chegou a altura, casámos num Sábado, no Domingo limpámos tudo (foi um casamento DIY), e na Segunda-feira eu já estava a trabalhar, a editar, a responder a emails. No fim-de-semana seguinte fotografei um casamento, no outro também, e foi assim até ao final de Outubro. Depois disso, editei tudo e nunca parei, o que fez com que chegasse a Novembro e Dezembro com um esgotamento (devido ao cansaço acumulado), e com “depressão pós-casamento”  (porque a “bolha de recém-casada” nunca chegou a acontecer).

Eu sei que muito disto vem do facto de ter o síndrome do freelancer, que “se não trabalha não ganha dinheiro” e depois fica a deprimir sobre as contas que poderá vir a não conseguir pagar. Depois, e porque casamentos DIY também ultrapassam o budget, vimos que estávamos sem fundos para a nossa Lua de Mel de sonho, mas ainda assim, eu deveria ter sido mais responsável de tantas maneiras, nem que fosse pela minha sanidade mental:

  • Eu devia ter pensado melhor no assunto quando fechámos a nossa data tantos meses antes, e devia não ter marcado mais nada para a semana seguinte. Mas como vimos que poderíamos não conseguir pagar aquela Lua-de-Mel, decidi que continuar a trabalhar seria o mais acertado (e amo de coração os meus noivinhos da semana seguinte, mas sei que eles percebem o que aqui quero dizer. Não é nada contra eles, e sim contra mim);
  • Mesmo deixando o casamento do fim-de-semana seguinte, o que eu nunca desmarcaria, não só por amor a eles mas também por brio profissional, eu deveria não ter trabalhado logo a seguir durante a semana, só para poder apreciar e absorver os sentimentos felizes normais de uma menina recém-casada que viveu um conto de fadas. Mesmo que isso significasse ficar em casa sossegada com o marido;
  • Não conseguir pagar logo a Lua-de-Mel de sonho não é desculpa para não parar e fazer algo simples como uns dias num spa no mesmo país, e planear e juntar para essa grande aventura no ano seguinte.

Em vez disso, eu “rebentei a bolha” voltando de rompante à vida “normal” depois de um ano a trabalhar nisto, e arrependo-me de não ter tido aquele momento especial de romance com o meu agora marido.

Assim, o meu conselho de hoje para o vosso pós-casamento é que simplesmente PAREM JUNTOS, e que esqueçam o mundo que vos rodeia. Vão estar totalmente inundados de amor e felicidade. Um género de amor e felicidade que acontece uma vez e que é diferente a todos os outros tipos de amor e felicidade. Façam, por favor, um esforço para apreciarem e desfrutarem, e construírem uma pequenina história de amor só dos dois, mesmo que não seja naquele destino paradisíaco que tinham planeado. Façam algo mais pequeno se assim tiver de ser, mas façam-no.

Marquem essas férias, durmam até tarde, acordem para fazer amor, comer, fazer amor de novo. É para isso que foram inventadas as Luas-de-Mel, e o destino pode ser acrescentado depois, quando houver mais liquidez. Mas parar no tempo para aproveitarem este momento tão íntimo e especial para os dois acontece apenas uma vez na vida. Não o deixem fugir.

PS: Nós acabámos por fazer uma pequenina escapadela de 3 dias a Paris, seis meses depois do casamento que soube super bem. Neste momento, para compensar, estamos focados em juntar dinheiro para realizar o nosso sonho na altura do nosso segundo aniversário. 🙂

 

Write a letter to your fiancée on your wedding day

Wedding Inspiration

Write a letter to your fiancée on your wedding day

It’s your wedding day, love is in the air, and your heart is about to blow up with emotions while you get ready to go down the aisle. Well guess what: the same thing is happening to your fiancée in another room.

I am a sucker for handwritten letters, and I’ve seen and photographed brides and grooms receiving beautiful love letters and demonstrations during prep time. The result? True love and emotions, and of course, a few tears! Many times have I also cried while listening to the bride or groom reading the letter out loud. It is something I just can’t control, and neither could any of the other people in the room. Casamento Eva e Enrique-220 Casamento Eva e Enrique-222

Of course you don’t have to write a letter if it’s not your thing, but and why not? What an awesome surprise you could provide your other half! I regret now not having written one to Miguel before the wedding, and this post today, is here to try to inspire you to do one last surprise to your love as a single lady or boy!

So what could that letter have? Basically, just write from the heart! Here are a few guidelines, in case if you feel a little stuck:

  • Recall how you met and when you realised you were madly in love with him/her;
  • Tell a funny story or adventure you two went through and that you’ll never forget… and that you can’t wait for the next ones to come on this new phase of your lives;
  • Tel him/her how you feel right at this instant, and that you can’t wait to see him/her for the first time at the ceremony;
  • Promise to always make surprises like this one, and to never let the flame that joined you together fade away;
  • Leave the rest for your vows!

Casamento Eva e Enrique-226

And how can you make the letter arrive to your other half during prep time? Easy!

  • Give it to your future mother-in-law or maid of honor/best man;
  • Hide it somewhere you know him/her is going to touch while prep time, like the shoe box!

Believe me when I tell you it is going to have a beautiful magical effect, that she/he will never forget! Write from your heart and don’t forget to ask someone for photos of that moment, so that you can see his/her face of surprise!

Good writings!

Photos: Luisa Starling

Assinatura_AL

***

É o dia do teu casamento, o amor está no ar e o teu coração está a rebentar de emoções durante o momento da preparação. Adivinha só: não és o único/a. O teu noivo ou noiva está a sentir o mesmo onde quer que ele/ela se esteja a preparar.

Eu sou uma pirosa por demonstrações de amor, e já vi e fotografei algumas no momento da preparação. O resultado? Muito amor e emoções no ar, e claro, algumas lágrimas! Eu própria já chorei, enquanto a noiva ou noivo liam cartas de amor em voz alta, mas juro que não fui a única.

É claro que não têm de escrever carta nenhuma se não for o vosso género, mas e porque não? Não seria uma bonita surpresa à vossa cara metade? Eu arrependo-me de não ter escrito uma ao Miguel antes do casamento, e com este post, espero conseguir inspirar-vos a fazerem uma última surpresa ao vosso amor enquanto ainda solteiros.

E o que é que esta carta pode ter? No fundo, o que sentirem no coração naquele momento! Ainda assim, se se sentirem um bocadinho presos ou presas, aqui estão algumas guias:

  • Relembra o momento em que se conheceram e o que te fez apaixonar por ele/ela;
  • Conta uma história ou aventura passada pelos dois e que nunca mais te sairá na memória… acrescenta que mal podes esperar por todas as novas aventuras que estão para vir nesta nova fase das vossas vidas;
  • Diz-lhe o que sentes neste exacto momento, e que mal podes esperar para o/a ver pela primeira vez no casamento;
  • Promete que farás sempre por manter a vossa chama acesa, assim como as surpresas;
  • Deixa o resto para os vossos votos!

E como é que podes fazer chegar esta carta à tua cara metade? Fácil!

  • Entrega-a à tua futura sogra, ou dama de honor ou padrinho:
  • Esconde-a em algum sítio onde sabes que de certeza que ele ou ela vão mexer na altura da preparação, como por exemplo, a caixa dos sapatos!

Acredita quando te digo que o efeito vai ser mágico, e que ele ou ela nunca hão de esquecer. Escreve do coração e não te esqueças de pedir a alguém para tirar uma fotografia desse momento. Assim poderás tu também derreter com a cara de surpresa!

Boas escritas!

This is rebel: A vida Portuguesa

Accessories Decor Organization & Planning Wedding Inspiration

This is rebel: A vida Portuguesa

The other day, as I was visiting one of my favourite stores in Lisbon, A Vida Portuguesa, I passed by a table set that caught my attention. It was so simple and beautiful. The porcelain by Bordalo Pinheiro did part of the magic, then, the details, like the cloth under the plates, the napkins, or the swallows that are such a portuguese symbol. It made me think of beautiful long tables decorated just like this for a wedding inspired by the Portuguese culture. If added soft flowers or just greens and candles, one would have such a lovely and delicate wedding table decor. Because you don’t need much to make a table shine when you are using Portuguese products, and that is so rebel! I couldn’t resist in taking a picture with my iPhone, because this deserved being shared.

And why is A Vida Portuguesa a rebel? Well, in their manifesto, you can learn that what they do is search for the most unique products our country ever had, and they keep them simple, beautiful and in the naive packaging they were first made. A Vida Portuguesa is a rebel because it stays true to itself and to what Portugal was and is to present times.

It is the perfect fit for that bride who wants to have a touch of Portugal in her wedding, perfect for wedding favours for the guests, perfect to bring home and remember ones portuguese roots.

If you are visiting Portugal for the first time, please do pay them a visit!

Stores:

Chiado

Rua Anchieta 11
1200-­023 Lisboa
T: +351 213 465 073
lojachiado@avidaportuguesa.com

 

Intendente 
Largo do Intendente Pina Manique 23
1100­-285 Lisboa
T: +351 211 974 512
lojaintendente@avidaportuguesa.com
l
ivraria@avidaportuguesa.com

 

Mercado da Ribeira 

Avenida 24 de Julho
1200-­481 Lisboa
T: +351 211 368 446
lojaribeira@avidaportuguesa.com

 

Porto
Rua Galeria de Paris 20 ­ 1º
4050­-162 Porto
T: +351 222 022 105
lojaporto@avidaportuguesa.com

 

Online store

Assinatura_AL

***

No outro dia, enquanto visitava uma das minhas lojas preferidas em Lisboa, A Vida Portuguesa, passei por uma mesa que me roubou toda a atenção. Estava tão simples e bonita. A loiça de Bordalo Pinheiro fazia parte da magia, e depois os complementos, como a toalha por baixo, a marcar os lugares de duas pessoas sentadas frente-a-frente, os guardanapos e as andorinhas que são um símbolo tão português.

Fez-me imaginar lindas mesas compridas, decoradas assim, para um casamento inspirado na cultura portuguesa. Se adicionadas flores com cores suaves, ou simplesmente verdes, e velas, o resultado seria tão bonito e simples. Porque não é preciso muito para uma mesa à moda portuguesa ser incrível, A simplicidade derruba qualquer exuberância, e os produtos do nosso país são rebels por isso mesmo. Eu não resisti em pegar no telefone e tirar uma fotografia, porque algo assim tinha de ser partilhado.

E porque é que A Vida Portuguesa é para nós uma rebel? No seu manifesto podem aprender que “A Vida Portuguesa nasceu com a vontade de inventariar as marcas sobreviventes ao tempo. (…) Ao longo dos últimos anos pesquisámos, do Norte ao Sul de Portugal, produtos de criação e fabricação portuguesa. (…) produtos que atravessaram gerações e nos tocam o coração. Fabricados desde há muito, mantiveram até aos dias de hoje as mesmas embalagens originais, bonitas, pueris.”

A Vida Portuguesa é uma rebel porque mantém a sua essência e os produtos fiéis ao que sempre foram no nosso país. E porque não os deixa morrer.

É a marca perfeita para aquela noiva que quer ter um toque de Portugal no seu casamento, perfeito para prendas para os convidados e perfeito para trazer para casa e recordar sempre as raízes Portuguesas.

Se estão de visita a Portugal pela primeira vez, vão até lá! As lojas estão listadas acima.

The nature of things, a Styled Shoot by Branco Prata

Color - Black Decor Styled Shoots Wedding dresses Wedding Inspiration

The nature of things, a Styled Shoot by Branco Prata

 I believe everything happens for a reason, and I’ve been wanting to post this style shoot for quite a while, but life made it wait until I finally personally met the talented couple that is Branco Prata.
I literally just came from a 3 day wedding celebration Sofia styled and decorated and André covered (amongst other talented professionals). I had spoken to them online, and truth is, it is a shame that I never had met them before, but once again, life wanted it to be this way. And what a beautiful way.
Their incredible personality, joy for what they do, extreme talent and great sense of humor are what made them who they are right now: one (if not THE) most talented couple in the industry of portuguese weddings.
Thank you, André and Sofia, for bearing with me for three days, and for teaching me so much through our light conversations around the dinner table.
Today we bring you a beautiful styled shoot inspired by the nature of things. With it, Branco Prata wanted to emphasize mobility, lightness and freedom of the human body, the acts of walking and imprinting a place in us…
To make ourselves part of the landscape that surrounds us! To feel in sync with Nature, to recognize things as they present themselves…
The love for Richard Long‘s work had a huge impact on how they saw things and this shoot was just a way to acknowledge that!
The styled shoot was done at beautiful Serra da Freita, in Portugal, and according to Sofia’s words, this bride is in perfect balance with nature, with the environment that surrounds her. She loves being outdoors, surrounded by breathtaking landscapes.
To Sofia, “this would be a very organic and natural wedding, without any flowers, just greens, long tables, and campfires all around the area to bring the perfect temperature. It would happen in the winter, and blankets would be waiting for the guests at every seat! Ceremony would probably be in a top of a hill”.
The lightness of the elements chosen for the shoot bring us a sense of tranquility and good taste. This would be an alternative wedding where romance and nature hold hands as the wind blows softly. As we’ve said a few times already at SRB, alternative doesn’t have to mean hardcore out of the box, but a simple touch of the unexpected, a simple foot out of the norm already makes a celebration unique and rebel.
When we questioned Sofia about the brides black gown, her words were “black wedding dresses are AWESOME!” and she even aded a story from when she was still in school: “When I was studying art and design, we worked hard on a runway show with a cool clothing collection that ended with a black bridal gown designed by me. When we were preparing this editorial, I felt the nostalgia of those times as I remembered that we were always allowed to be sweet and rebel. What I truly believe the most is that all brides should feel confident and beautiful with the dresses they pick for their wedding day, and if that is a black one, be it!”.
We couldn’t agree more, dear Sofia, and that is why, you and André are two rebels. For following your dreams and doing what makes you happy and represents you the best. That is the meaning and the moto of our SRB. To stay true to ones self and make it shine.
Thank you so much for your inspiration, and thank you for also showing us the dream team you’ve put together to make this all work.
You have truly made our week more beautiful.
See the rest of this editorial in the gallery bellow:

[vimeo 140914857 w=780 h=332]The Nature of Things from The Amazing Rabbit on Vimeo.

Team envolved:
Photography: André Teixeira, Brancoprata | Creative Direction & florals: Sofia Ferreira, Brancoprata | Hair: Alexandre Ribeiro, Diff Hair Designers | Fashion Styling: Diana Vinha, Pretty Exquisite | Make Up: Marlene Vinha, Pretty Exquisite | Dress: Rute Moreda for Manuela Noivas | Cake Design: T Bakes | Videography: The Amazing Rabbit | Paper goods & calligraphy: Levado à Letra | All shot on film, developed and scanned by: Carmencita Film Lab

Assinatura_AL

***

Eu acredito que tudo acontece por uma razão, e esperei para poder ter este post em mãos durante algum tempo, mas a vida quis que assim fosse para que eu pudesse finalmente conhecer pessoalmente o maravilhoso casal que são os Branco Prata.
Escrevo-vos hoje na viagem de regresso de um casamento de três dias que foi decorado pela Sofia e fotografado pelo André (entre outros profissionais). Eu já tinha conversado com eles online, mas incrivelmente, durante todos estes anos que fotografo, nunca me tinha cruzado pessoalmente com os dois, mas a vida tem formas bonitas de fazer acontecer e cruzar pessoas. Esta nossa foi perfeita.
A maravilhosa personalidade desta dupla, amor pelo que fazem, talento inigualável e grande sentido de humor são os ingredientes que fazem deles um dos (senão “O”) casal mais talentoso na área dos casamentos em Portugal.
Obrigada Sofia e André, por me aturarem estes três dias, e por me terem ensinado tanto durante as nossas conversas leves à volta da mesa de jantar.
Hoje trago-vos uma maravilhosa Styled Shoot inspirada na natureza e simplicidade das coisas. Com ela, os Branco Prata quiseram destacar a mobilidade, leveza e liberdade do corpo humano, e da marca que o que nos rodeia deixa em nós.
O objectivo, quase como uma doce tarde de meditação, é deixar-mo-nos envolver pela natureza que nos rodeia. Ligar-mo-nos a ela, e reconhecermos a realidade que se nos apresenta.
O carinho pelo trabalho de Richard Long teve um grande impacto na forma como eles viam que era o caminho para o editorial. 
Feito na Serra da Freita, em Portugal, e conforme nos testemunhou a Sofia, esta noiva está em perfeita sintonia com a natureza. Ela adora estar ao ar livre, rodeada por paisagens de cortar a respiração.
“Este seria um casamento extremamente natural e orgânico, sem flores, só verdes, com mesas corridas com bancos corridos, ao ar livre, e fogueiras a toda a volta para aquecer o ambiente. Seria no Inverno, e por isso mantas estariam disponíveis em cada lugar!
A celebração também seria ao ar livre, bem no topo de um monte!”
A leveza dos elementos escolhidos trazem-nos uma sensação de tranquilidade e bom gosto. Este seria um casamento alternativo onde o romance e a natureza andam de mãos dadas enquanto a brisa sopra levemente. Como já referimos algumas vezes na SRB, e como bem podem ver hoje com este trabalho, “alternativo” não tem de significar um “fora da caixa chocante e altamente hardcore”. Um simples pé fora da norma, transforma um casamento numa celebração única e que não pode ser replicada.
Quando perguntámos à Sofia o que é que ela sentia pelo vestido de noiva que está no editorial, os olhos dela brilharam, e a mensagem que lhe saiu primeiro foi que “vestidos de noiva pretos são AWESOME (espectaculares)”. Adicionalmente, ainda nos contou uma pequena história: “Quando andava a estudar Arte e Design, num dos anos, fizemos uma colecção de roupa que apresentámos durante uma desfile de moda, e que terminou com um vestido de noiva preto desenhado por mim! 
Enquanto preparávamos este editorial, recordei esses tempos, em que nos era permitido sermos sempre sweet rebel!!
 Acho fundamental que as noivas se sintam confortáveis com o que levam vestido no dia do seu casamento, se for um vestido preto que assim seja….”
E nós não poderíamos estar mais de acordo, Sofia, e é por isso que vos reconhecemos, a ti e ao André, como rebels. Por seguirem os vossos sonhos e fazerem sempre mais do que vos faz felizes e vos representa melhor. Esse é um dos pontos chave do manifesto da nossa SRB. Sermos sempre fieis ao que nos vai por dentro e deixar isso brilhar cá fora.
Obrigada pela inspiração de hoje, e obrigada por nos mostrarem a talentosa equipa que convosco montou cada detalhe.
Tornaram assim, realmente, a nossa semana mais bonita.
He created a fake wedding to propose to his girlfriend!

Engagement Wedding Inspiration Wedding Proposal

He created a fake wedding to propose to his girlfriend!

So imagine this:

He, who is a wedding photographer, faked a wedding booking, arranged a fake bride and groom, faked an entire bridal prep, got a church, a priest (a real one), and fake guests, to propose to his girlfriend who, with him, was photographing this fake wedding!

She only realised it when the ring bearer girl brought a photo of them two and when him, from the far end of the church appeared singing “Marry you” by Bruno Mars!

We found out about this proposal while surfing on the internet, and as soon as our eyes caught Jivago’s photos, we knew we had to contact him.

Sweet and with an open heart to share his experience, he told us his inspiration had come from all the proposal videos he had seen online throughout the years. From his own words, he said “I love making surprises, love demonstrations, and I am naturally a very romantic guy, and I always knew that when the time come, I wanted to really do something big for my girlfriend. When me and Laura started dating and looking at rings in the beginning of May, it helped that I understood she was gonna say yes, hahahah! So I wanted to do something that would had an impact, something beautiful, sensational, and the only way I could do it without her figuring out? With our work! During a wedding she would most definitely never suspect, but I couldn’t do it on one of my client’s weddings, so I figured I’d have to fake one!”

When Jivago shared the idea with his friends, all of them thought he was crazy and that it would never happen, but he didn’t give up and kept on trying. “… I started this secret group on whatsapp on June 2nd, and then I started organising meetings at my place to tell the surprise. In a week, I managed to get all the vendors, and on the second one, I drew how everything was going to happen. I chose the places, faked a briefing so that she could see it, faked the meeting with a fake bride and groom, and on the wedding day I also kept it as realistic as can be. I made makeup time late, the arrival to the church was late, like how it happens on a real wedding, just so that she could believe it was really happening. The time the ring bearer got in was one I had given her a brief about too. I told her the ring bearer would be carrying a photo of the bride’s grandmother who had passed away, and that she couldn’t miss it. This way, I knew she’d be looking at it and would notice the photo was actually ours!”

When we asked if he was any nervous, he said no, and told us they are now planning an amazing wedding, filled with emotional moments and not traditional at all. That if we liked how the proposal went, we should wait for the wedding day as well!

If he isn’t a rebel, I don’t know who is!

Way to go, Jivago Sales!

Featured Image and photos: Jivago Sales | Facebook | Instagram

Assinatura_AL

***

Imaginem só isto:

Ele, que é fotógrafo de casamentos, falseou a reserva de um casamento, arranjou uma noiva e noivo falsos, falseou toda a preparação dos mesmos, arranjou a igreja, o padre (um verdadeiro), e convidados, tudo para pedir a sua namorada em casamento, que juntamente com ele estaria a fotografar este dia!

Ela só se apercebeu de tudo quando a menina das alianças lhe deu a caixinha que continha a fotografia dos dois e ele entrou na igreja a cantar o “Marry you” do Bruno Mars!

Nós descobrimos este pedido através de outro site e sabíamos que tínhamos de falar com o Jivago Sales.

Simpático, de coração aberto a partilhar, e com um delicioso sotaque do Brasil, contou-nos que a inspiração tinha vindo de sempre se ter maravilhado com os pedidos surpresa que via online. Pelas palavras do próprio, “… Adoro fazer surpresas, adoro demonstrações de amor, sou muito romântico, e sempre soube que quando fosse me casar ia querer fazer algo do tipo para minha futura esposa. Quando eu e Laura começamos a falar sobre casamento, a olhar as alianças e finalmente as comprámos no inicio de Maio, sabia que poderia fazer a surpresa sem medo dela dizer que não… hahahahahaha! Afinal, também já vi muita surpresa de pedido sair pela culatra. Queria fazer-lhe uma surpresa linda, surpreendente, sensacional, impactante, que ela nunca pudesse imaginar que naquele momento seria pedida em casamento. Como e onde poderia eu poderia fazer o pedido sem que ela nunca desconfiasse? Óbvio, trabalhando, hahahaha! Durante um casamento, ela nunca iria sonhar. Afinal, nos somos fotógrafos de casamento, mas não podia fazer isso durante um casamento de verdade com as minhas clientes, e aí não tive escolha, teria que fazer um casamento falso para poder fazer o pedido.”

Quando Jivago partilhou a ideia com os amigos, todos acharam que ele estava fora de si, mas ele não desistiu e foi à luta. “… No dia 02 de Junho criei um grupo secreto no whatsapp com todos os nossos padrinhos de casamento, e comecei a organizar reuniões na minha casa para contar a surpresa. Numa semana eu ja tinha conseguido todos os fornecedores, na segunda semana cuidei do roteiro, fiz um contrato falso com os noivos, briefing falso, reunião falsa, tudo para que ela acreditasse totalmente no casamento, e para que ela ficasse exatamente no lugar que eu queria… No dia, fiz a maquiagem atrasar, o motorista do carro da noiva atrasar, para que ela chegasse atrasada na igreja. A hora das alianças por exemplo, eu escrevi no briefing que o noivo tinha colocado dentro da caixa das alianças a foto da avó da noiva que havia falecido no mês anterior e que a noiva chorava todo dia por causa da avó, e que a foto da caixinha da aliança, no momento que a daminha a mostrasse seria imperdivel, ou seja, ela não ia tirar a camera dos olhos na hora da entrada da daminha.”

Quando lhe perguntámos se este momento lhe causou nervos, ele disse que não, e que estava muito tranquilo, e que o casamento está a ser preparado para ser um dia incrível, cheio de surpresas e momentos emotivos, nada tradicional. Jivado ainda terminou a nossa conversa com “se o pedido de casamento foi dessa forma… garanto que o dia do casamento será ainda muito mais surpreendente!”

Se isto não é um rebel, eu não sei o que é!

Assim é que  se faz, Jivago Sales!

Rebel Crush of the week: A tattoo bar for your guests!

Tattoos Wedding Inspiration

Rebel Crush of the week: A tattoo bar for your guests!

Last year I photographed a wedding that had a feature I hadn’t seen yet: Custom made temporary tattoos for the guests!

After dinner, and right before the party began, the bride and groom (who love tattoos) set up a tattoo station that became a huge success just instantly! I mean, how could it not?

Screen Shot 2016-06-30 at 02.53.05 Screen Shot 2016-06-30 at 02.53.21 Screen Shot 2016-06-30 at 02.53.31

They had an explanation board on how to apply them and a few bowls bellow with some normal designs and others ordered with their names on them. As guests found it, they started applying them at first in a shy way, on their hands and arms, and then, it went up to their necks and foreheads. It was so much fun and everybody was having such a blast that to me, this was one of my fav moments ever while shooting a wedding. Even I was “attacked” by the bridesmaids and got covered in fun tattoos (no photo of that unfortunately)!

Screen Shot 2016-06-30 at 02.53.50 Screen Shot 2016-06-30 at 02.53.58 Screen Shot 2016-06-30 at 02.54.05 Screen Shot 2016-06-30 at 02.54.13 Screen Shot 2016-06-30 at 02.54.22 Screen Shot 2016-06-30 at 02.54.32

They ordered their tattoo bar here, in case if you also have a thing for tattoos with your other half and want to bring that to your wedding, making your parents get one, the kiddos, or even your grandparents! That is rebel!

Photos: Luisa Starling

Assinatura_AL

***

No ano passado, fotografei um casamento que tinha um detalhe como ainda não tinha visto: Um bar com tatuagens temporárias (personalizadas) para os convidados que abriu depois do jantar, e mesmo antes da festa! A noiva e o noivo (que adoram tatuagens), montaram um quadro com a explicação da aplicação das mesmas, e por baixo, deixaram taças com  algumas mais comuns, e outras com os nomes deles. Este momento foi um grande, grande sucesso, ainda que no início todos começassem a aplicar as tatuagens com alguma calma, nas mãos e nos braços, e depois subindo e subindo para o pescoço e testa. Foi tão divertido e motivo geral de gargalhadas. 

Sem dúvida dos meus momentos preferidos de fotografar, e até eu cheguei a ser “atacada” pelas madrinhas, que me marcaram também com algumas (infelizmente não há fotografia disso).

Os noivos encomendaram tudo aqui, para o caso de vocês também se sentirem inspirados a ter um momento parecido (e se as tatuagens forem algo de que gostam). Experimentem tatuar os vossos pais com os vossos nomes, os miúdos, ou até os avós! Isso sim, é tão rebel!