Friends&Family Wedding advices

Bring your Father in Law closer to you!

Once upon a time, I dated a guy. He was a drummer, web designer, super cool and stylish, tall, perfect hair, beautiful eyes and sensitive enough to write me the most amazing things and give me the most meaningful gifts.

Every thing was perfect. Except… he didn’t really like my family. And my family didn’t really like him.

One day I came home from one of our dates and my Dad was sitting on the couch watching tv. I sat by his side and described how wonderful that date had been. But my Dad was not excited, his eyes did not reflect my happiness. He finally said:

If this is the man you love, I will accept it and I will be nice to him. For you, out of love for you. But him, I don’t like.

My heart ached. Eventually we broke up and I understood what my Dad meant. Years have passed and I often recall this moment by thinking that I could never be with someone that did not like my father, my parents, my family. Doesn’t sound rebel at all right?

But it is!

Today in the USA it is celebrated the National Father-in-Law Day. Even though weddings seem to be all about the bride and all the women involved (MoB, MoH, MoG and Bridesmaids), fathers have a key role on your weddings and your marriage. Confused? Don’t be!

The Father figure is incredibly important for you, for your husband/bride and for your future children.

I find it hard to imagine loving someone and not loving their parents, not wanting to know them, hang out with them, know about their past, hear their stories. Because in a way or another, they are also responsible for a lot of who your spouse is, what his/her expectations of a life together are, of how he/she sees relationships, love, family.

Being closed to that is being closed to the one you love. And being closed, to whatever thing, is exactly the opposite of what we stand for at SRB.

If your Father in Law is alive, if he lives nearby, find some time for a cup of coffee. If he is not that close, give him a call, check on him.

Family and Relationships, mean work. Sometimes hard work. Do it for the one you love, for the one you chose.

#BeRebelAboutHowYouLove

Happy weekend!

A witty article for Grooms: Conversations with your Father in Law by AskMen

Featured Image: Meet The Parents

assinatura_pv

***

Há muito tempo atrás namorei com um rapaz. Ele era baterista, designer, super cool, cheio de estilo, alto, cabelo perfeito, olhos amendoados, e sensível o suficiente para me escrever as melhores declarações de amor.

Tudo era perfeito. Menos… o facto dele não gostar dos meus pais e de os meus pais não gostarem dele.

Um dia cheguei a casa vida de um dos nossos encontros românticos e o meu Pai estava sentado no sofá a ver televisão. Sentei-me ao lado dele e comecei a contar-lhe como tinha sido tudo tão maravilhoso. Mas os olhos do meu Pai não brilhavam com os meus, não estava deliciado com a minha alegria. Às tantas acabou por dizer:

“Se é ele que tu amas e eventualmente um dia se casarem, eu vou tratá-lo bem. Por ti, pelo amor que tenho por ti. Mas a verdade é que não gosto dele!”

Na altura fiquei de coração partido. Algum tempo depois acabámos por terminar e acabei também por perceber o que o meu Pai me dizia. Já se passaram vários anos e já tive outras relações, mas várias vezes penso neste momento e no facto de hoje me ser impossível imaginar estar com alguém que não gostasse dos meus pais, da minha família.

Parece careta e pouco Rebel? Mas não é! Nem uma coisa, nem outra.

Hoje, nos EUA, celebra-se o Dia Nacional do Sogro. E apesar de nos casamentos parecer que tudo gira à volta da noiva e das mulheres – sogras, mães, madrinhas e avós – a verdade é que os Pais têm um papel muito importante. E não só nesse dia. No casamento também!

A figura paterna é incrivelmente importante para ti, para o teu marido/mulher e para os vossos futuros filhos.

Hoje em dia é-me impossívele imaginar amar alguém e não os pais dele, não querer conhecê-los, passar tempo com eles, ouvir as suas histórias… É que, quer queiramos quer não, eles são responsáveis por muito (ou pouco) daquilo que o teu marido/a tua mulher é, das suas expectativas de uma vida a dois, da forma como vêm uma relação amorosa e seu compromisso.

Fechares-te a isso, é fechares-te à pessoa que amas. E estarmos fechados para a vida, é o oposto do que defendemos na SRB.

Por isso, aproveita a boleia deste dia, e se o teu Sogro ainda está vivo, vive perto de ti, convida-o para um café e dedica-te a conhecê-lo. A tua mulher/o teu marido vão ficar incrivelmente gratos. Se ele está longe, liga-lhe, pergunta-lhe como está. Cria laços e pontes que vos aproximem!

Os relacionamentos e a família são, sim, sinónimo de trabalho. Às vezes de muito trabalho! Mas há coisas que só fazemos por amor. Esta é uma delas.

#BeRebelAboutHowYouLove

Bom fim de semana!

Leitura recomendada para noivos: Conversations with your Father in Law by AskMen


There is no ads to display, Please add some

Leave a Comment